Caracterização climática de Cachoeira do Sul, RS quanto à precipitação pluvial

Valeria POHLMANN, Marcondes LAZZARI

Resumo


Entre as importâncias da caracterização climática para diferentes setores da economia, podemos destacar a agricultura, uma vez que estas informações podem subsidiar diversas tomadas de decisões. A precipitação pluvial apresenta grande variabilidade espaço-temporal e constitui uma das principais fontes de perdas na produtividade agrícola. Desta forma, este trabalho teve por objetivo caracterizar a precipitação pluvial (PP) de Cachoeira do Sul. Utilizou-se dados dos anos de 2007 a 2016 do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) da estação meteorológica A813 (lat: -29º52’; long: -52º23’; alt: 107m) e dos anos de 1982 a 2007 da Cooperativa Agrícola Cachoeirense (CORISCAL) (lat: -30º2’; long: -52º53’; alt: 64m). Os dados foram obtidos a 1,5m e analisados por meio do Excel. Os resultados foram comparados à Normal Climatológica (NC) 1961/1990. Analisando dados do INMET, verificou-se que a PP média anual foi de 1646,7mm (±263,5mm), distribuídas em 104 dias (±10,4 dias) com PP ≥1mm. Dados da CORISCAL indicam PP média de 1738,9mm (±362,6mm) em 68 dias (±10,0 dias). Percebe-se que a precipitação pluvial média anual e mensal é semelhante à Normal Climatológica analisada. O conhecimento sobre estas informações possibilita melhores escolhas sobre diversos fatores, como o manejo do solo e seleção de espécies mais adaptadas à região.


Palavras-chave


Normal climatológica. Tomadas de decisões. Agricultura.

Texto completo:

PDF

Referências


AYOADE, J. O. Introdução à climatologia para os trópicos. Tradução Maria Juraci Zani dos Santos. 13 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 332 p. 2010.

Berlato, A. M.; Fontana, D. S. Variabilidade interanual da precipitação pluvial e rendimento da soja no Estado do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Agrometeorologia. Santa Maria, v. 7, n. 1. p. 119-125, 1999.

BLAIN, G.C.; KAYANO, M.T.; CAMARGO, M.B.P.; LULU, J. Variabilidade amostral das séries mensais de precipitação pluvial em duas regiões do brasil: Pelotas-RS e Campinas-SP. Revista Brasileira de Meteorologia, v.24, n.1, 1-11, 2009.

BORGES, C.L.; PARINI, J.P. O Rio Grande do Sul em um cenário de mudanças climáticas. Disponível em: < http://www.ufrgs.br/ensinodareportagem/meiob/clima.html>. Acesso em 27 jul 2017.

CUNHA, G. R. La Niña e a agricultura no sul do Brasil. 2003. Disponível em: . Acesso em 10 jul 2015.

FONTANA, D.C., BERLATO, M.A. Influência do El Niño Oscilação Sul sobre a precipitação do Estado do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Agrometeorologia. Santa Maria, v. 5, n. 1, p. 127- 132, 1996.

Groissman, P. et al. Trends in intense precipitation in the climate record. Journal of Climate, n.18, p.1326-50, 2005.

KÖPPEN, W.; GEIGER, R. Klimate der Erde. Gotha: Verlag Justus Perthes. 1928.

MARENGO, J. A. Mudanças climáticas globais e seus efeitos sobre a biodiversidade: caracterização do clima atual e definição das alterações climáticas para o território brasileiro ao longo do século XXI. 2. ed. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, v.1, p.214, 2007.

OMM. Organização Meteorológica Mundial. Calculation of monthly and annual 30 year standard normals. Geneva (WMO). Technical document, v. 341; WCDP, n. 10, 1989.

SORIANO, B. M. A. Caracterização climática de Corumbá-MS. Boletim de Pesquisa, 1. Corumbá: EMBRAPA-CPAP, 1997. p.25.




DOI: http://dx.doi.org/10.21674/2448-0479.41.42-60

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.