Estaquia caulinar de Rubus erythrocladus Mart. ex Hook.f em diferentes concentrações de ácido indolbutírico

  • Júlio Tagliari Balestrin Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) https://orcid.org/0000-0003-2077-5324
  • Rodrigo Oliveira Lamb Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS)
  • Vinicius Ferrari Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) IFRS - Campus Sertão
  • Juliana Marcia Rogalski Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) https://orcid.org/0000-0003-2381-5803
Palavras-chave: PANC, pequenas frutas, propagação vegetativa

Resumo

O arbusto Rubus erythrocladus Mart. ex Hook.f. (amora-verde) é uma espécie endêmica do Brasil e uma das plantas alimentícias não convencionais que apresenta grande potencial de uso, devido ao sabor agradável de seus frutos e às altas concentrações de flavonoides. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes concentrações de AIB no enraizamento de estacas caulinares de R. erythrocladus. O experimento foi realizado em casa de vegetação no IFRS – Campus Sertão, durante o período de novembro de 2018 a janeiro de 2019. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, com seis concentrações (0, 500, 1.000, 2.000, 3.000, 4.000 mg L-1) de AIB, cinco estacas por unidade experimental e quatro repetições, totalizando 120 estacas. A percentagem de sobrevivência e de enraizamento das estacas, o número de raízes e o comprimento da maior raiz foram avaliados após 60 dias da implantação do experimento. Os dados foram analisados através de análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey (α = 0,05). O número de raízes e o comprimento da maior raiz foram avaliados através de estatísticas descritivas (média e desvio padrão).  As estacas tratadas com AIB na concentração 1.000 mg L-1 apresentaram maior sobrevivência e enraizamento (60%), maior número de raízes (2,8 ± 2,6) e maior comprimento de raiz (6,5 ± 2,5 cm), diferindo estatisticamente dos demais tratamentos. A propagação por estaquia em R. erythrocladus é possível. A aplicação de AIB na concentração de 1.000 mg L-1 foi o melhor tratamento para a rizogênese das estacas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTUNES, L. E.; RASEIRA, M. C. B. Aspectos técnicos da cultura da amora-preta. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2004.

BARCELOS, L. B.; HEIDEN, G. Distribuição geográfica de espécies de amora (Rubus, Rosaceae) nativas do brasil. In: XXIV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS, 2015, Pelotas, RS. Anais [...]. Pelotas: UFPEL, 2015.

BASTOS, D. C. Efeito da época de coleta, estádio do ramo e do tratamento com IBA no enraizamento de estacas de caramboleira (Averrhoa carambola L.). Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2002.

BUENO, P. M. C., BIASI, L. A.; TOFANELLI, M. B. D. Micropropagation protocol for the wild Brazilian greenberry (Rubus erythroclados). Revista Colombiana de Ciencias Hortícolas, v. 12, n. 2, p. 405-415, 2018.

CARPANEZZI, A. A.; ZANONA, K.; VOLTZ, R. R. Separação botânica de espécies de Rubus da Região Metropolitana de Curitiba. Colombo: Embrapa Florestas, 2019.

DEIGHTON, N.; BRENNAN, R.; FINN, C.; DAVIES, H. V. Antioxidant properties of domesticated and wild Rubus species. Journal of the Science of Food and Agriculture, v. 80, p. 1307-1313, 2000.

FACHINELLO, J. C.; HOFFMANN, A.; NACHTIGAL, J. C.; KERSTEN, E.; FORTES, G. R. de L. Propagação de plantas frutíferas de clima temperado. Pelotas: Editora e Gráfica UFPel, 1995.

HAN, H; ZHANG, S; SUN, X. A review on the molecular mechanism of plants rooting modulated by auxin. African Journal of Biotechnology, v. 8, p. 348-353, 2009.

HUANG, J. Y.; HU, J. M. Revision of Rubus (Rosaceae) in Taiwan. Taiwania, v. 54, n. 4, p. 285-310, 2009.

HUE, S. M. Delícias do descobrimento: a gastronomia brasileira no século XVI. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

HUMMER, K. E. Rubus Pharmacology: Antiquity to the Present. HortScience, v. 45, p. 1587-1591, 2010.

KINUPP, V. F.; LORENZI, H. Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil: guia de identificação, aspectos nutricionais e receitas ilustradas. São Paulo: Instituto Plantarum, 2014.

MAIA, A. J.; BOTELHO, R. V. Reguladores vegetais no enraizamento de estacas lenhosas da amoreira-preta cv. Xavante. Ciências Agrárias, v. 29, p. 323-330, 2008.

ONO, E. O.; RODRIGUES, J. D. Aspectos da fisiologia do enraizamento de estacas caulinares. Jaboticabal: FUNEP, 1996. 83 p.

PATTO, L. S. Armazenamento a frio e fitorreguladores na propagação vegetativa da amoreira vermelha (Rubus rosifolius). Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.

PIO CORRÊA, M. Dicionário das plantas úteis do Brasil e das exóticas cultivadas. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1984.

REITZ, R.; KLEIN, R. M. Rosáceas. Itajaí: Herbário Barbosa Rodrigues, 1996.

SIMÃO-BIANCHINI, R. Rosaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: http://floradobrasil.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB32508. Acesso em: 23 jul. 2019.

TADEU, M. H.; PIO, R.; TIBERTI, A. S.; FIGUEIREDO, M. A. de; SOUZA, F. B. M. de. Enraizamento de estacas caulinares e radiculares de Rubus fruticosus tratadas com AIB. Revista Ceres, v. 59, p. 881-884, 2012.

TAIZ, L.; ZEIGER, E.; MOLLER, I.; MURPHY, A. Fisiologia e desenvolvimento vegetal. Porto Alegre: Artmed, 2017.

TALLINI, L. R.; PEDRAZZA, G. P. R.; BORDIGNONB, S. A. L.; COSTAC, A. C. O.; STEPPE, M.; FUENTEFRIA, A.; ZUANAZZI, J. A. S. Analysis of flavonoids in Rubus erythrocladus and Morus nigra leaves extracts by liquid chromatography and capillary electrophoresis. Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 25, p. 219–227, 2015.

VILLA, F.; PIO, R.; CHALFUN, N. N. J.; GONTIJO, T. C. A.; DUTRA, L. F. Propagação de amoreira-preta utilizando estacas lenhosas. Ciência e Agrotecnologia, v. 27, p. 829-834, 2003.

VILLA, F.; STUMM, D. R.; SILVA, D. F. da; MENEGUSSO, F. J.; RITTER, G.; KOHLER, T. R. Rooting of black raspberry with plant growth regulator. Ciência Rural, v. 48, n. 3, 2018.

YAMAMOTO, L. Y.; KOYAMA, R.; BORGES, W. F. S.; ANTUNES, L. E. C.; ASSIS, A. M. de; ROBERTO, S. R. Substratos no enraizamento de estacas herbáceas de amora-preta Xavante. Ciência Rural, v. 43, p. 15-20, 2013.

Publicado
2020-11-10
Como Citar
Tagliari Balestrin, J., Oliveira Lamb, R., Ferrari, V., & Rogalski, J. M. (2020). Estaquia caulinar de Rubus erythrocladus Mart. ex Hook.f em diferentes concentrações de ácido indolbutírico. Revista Eletrônica Científica Da UERGS , 6(3), 193-197. https://doi.org/10.21674/2448-0479.63.193-197
Seção
ARTIGOS INÉDITOS