A nutritional analysis of juices of ora-pro-nobis’s leaves and stalks

  • Luciele Milani ZEM Universidade Federal do Paraná
  • Cristiane Vieira HELM Embrapa Florestas
  • Katia Christina ZUFFELLATO-RIBAS UFPR
  • Henrique Soares KOEHLER

Resumo

A elaboração de bebidas mistas permite obter novos sabores, texturas, melhorias de cor e associação entre os componentes nutricionais. Com isso, uma bebida formulada com suco de laranja e folhas de hortaliça não-convencional traz vantagens, principalmente para consumidores que desejam beneficiar-se de produtos naturais, ricos em nutrientes e sabor diferenciado. Pereskia aculeata é uma hortaliça não-convencional utilizada como complemento alimentar devido ao elevado teor de proteínas e ausência de toxicidade nas folhas. Assim, objetivou-se estudar a composição bromatológica de sucos de laranja lima e folhas e caules de Pereskia aculeata, visando identificar e quantificar os nutrientes e minerais presentes. Foram testados quatro tipos de sucos: suco natural de laranja lima (0%); acrescido de farinha de folhas secas (5%); acrescido de farinha de folhas+caules secos (5%); acrescido de folhas frescas (4 folhas), sendo realizadas as análises: umidade, cinzas, proteínas, fibras, lipídeos, em base úmida (g 100 g-1). Concluiu-se que os sucos preparados com farinha de folhas secas de Pereskia aculeata apresentaram maior teor de proteínas; porém sucos preparados com farinha de folhas+caules secos mostraram melhor teor de fibras, enquanto o suco natural apresentou os menores valores calóricos totais. No entanto, tanto o suco de laranja lima com farinha de folhas secas e o com folhas frescas apresentaram resultados satisfatórios para os minerais fósforo, sódio, potássio, magnésio, cálcio, cobre, ferro e manganês. Desta forma, os sucos de laranja lima preparados com farinha de folhas secas e frescas de Pereskia aculeata, devido às boas qualidades nutricionais, são os mais indicados para o consumo.

Biografia do Autor

Luciele Milani ZEM, Universidade Federal do Paraná
Departamento de Fitotecnia e Fitossanitarismo

Referências

ALMEIDA, M. E. F. et al. Caracterização química das hortaliças não-convencionais conhecidas como ora-pro-nobis. Bioscience Jounal, v.30, n.1, p.431-439, 2014.

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA - ANVISA. Portaria nº 27 - Informação Nutricional complementar. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Brasília, DF. 2005.

ASSUNÇÃO, M. C. F.; SANTOS, I. S. Efeito da fortificação de alimentos com ferro sobre anemia em crianças: um estudo de revisão. Caderno Saúde Pública, v.23, n.2, p.269-281, 2007.

AUED-PIMENTEL, S.; ZENEBON, O. Lipídeos totais e ácidos graxos na informação nutricional do rótulo dos alimentos embalados: aspectos sobre legislação e quantificação. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v.68, n.2, p.167-181, 2009.

BERNAUD, F. S. R.; RODRIGUES, T. C. Fibra alimentar – Ingestão adequada e efeitos sobre a saúde do metabolismo. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, v.57, n.6, p.397-405, 2013.

BRANCO, I. G. et al. Avaliação sensorial e estabilidade físico-química de um blend de laranja e cenoura. Ciência e tecnologia de Alimentos, v.27, n.1, p.7-12, 2007.

DAMIANI, C. et al. Néctar misto de cajá-manga com hortelã: caracterização química, microbiológica e sensorial. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, v.13, n.3, p.301-309, 2011.

ESTIMA, C.C. P. et al. Consumo de bebidas e refrigerantes por adolescentes de uma escola pública. Revista Paulista de Pediatria, v. 29, n. 1, p. 41-45, 2011.

GONDIM, J. A. M. et al. Composição centesimal e de minerais em cascas de frutas. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.25, n.4, p.825-827, 2005.

HAMBIDGE, M. K.; MILLER, L. V.; WESTCOTT, J. E. Dietary Reference Intakes for Zinc May Require Adjustment for Phytate IntakeBased upon Model Predictions. Journal of Nutrition, v.138, p.2363-2366, 2008.

HEANEY, R. P. Calcium intake and disease prevention. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, v. 50, p. 685-693, 2006.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ- IAL. Procedimentos e determinações gerais. In: LUTZ, I. A. Métodos Físico-químicos para análise de alimentos. 4ª edição/1ª edição digital. ed. São Paulo: Instituto Adolfo Lutz, v.1, 2008. Cap.4, p.1020.

IZIDORO, D. R. et al. Avalição físico-química, colorimétrica e aceitação sensorial de emulsão estabilizada com polpa de banana verde. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v.67, n.3, p.167-176, 2008.

LAYMAN, D. K. et al. Dietary protein and exercise have additive effects on body composition during weight loss in adult women. Journal Nutrition, v. 135, n. 8, p. 1903-1910, 2005.

LEMOS, D. M. et al. Avaliação físico-química de um blend de laranja tangor ‘Ortanique’ e beterraba. Revista verde, v.7, n.3, p.207-211, 2013.

LUCIO, I. B.; FREITAS, R. J. S.; WASZCZYNSKYJ, N. Composição físico-química e aceitação sensorial da inflorescência de gengibre orgânico (Zingiber officinale Roscoe). Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.30, n.3, p.652-656, 2010.

MACÊDO, E. M. C. et al. Efeitos da deficiência de cobre, zinco e magnésio sobre o sistema imune de crianças com desnutrição grave. Revista Paulista de Pediatria, v. v. 28, n. 3, p. 329-336, 2010.

MOREIRA, F. R.; PIVETTA, F. Manganese Determination in Air, Blood and Urine, using Mg(NO3)2 as modifier and “In Situ” decontamination by graphite furnace atomic absorption spectrometry. Atomic Spectroscopy, v. 19, n. 4, p. 24-30, 1996.

MORZELLE, M. V. et al. Desenvolvimento e avaliação sensorial de néctar misto de maracujá (Passiflora edulis Sims) e araticum (Annona crassiflora). Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, v.13, n.2, p.131-135, 2011.

MOURA, R. L.; FIGUEIRÊDO, R. M. F.; QUEIROZ, A. J. M. Processamento e caracterização físico-química de néctares goiaba-tomate. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v.9, n.3, p.69-75, 2014.

NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ALIMENTAÇÃO - NEPA-UNICAMP. Tabela brasileira de composição de alimentos. 4 ed. Campinas: NEPA-UNICAMP, 2011. 161 p.

NEVES, E. B. et al. Avaliação da exposição a metais numa oficina de recuperação de armamento de uma organização militar. Ciência e Saúde Coletiva, v. 14, n. 6, 2009.

NOGUEIRA, A. et al. Influência do processamento no teor de minerais em sucos de maçãs. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.27, n.2, p.259-264, 2007.

O’ DONNELL, M. J. et al. Urinary sodium and potassium excretion and risk of cardiovascular events. Jama, v. 306, n. 20, p. 2229-2238, 2011.

PALACIN, J. J. F. et al. Determinações das curvas de secagem de milho nas espigas (Zea mays L.). Engenharia na agricultura, v. 13, n. 4, p. 300-313, 2005.

ROCHA, S. A. et al. Fibras e lipídios em alimentos vegetais oriundos do cultivo orgânico e convencional. Revista Simbio-Logias, v.1, n.2, p.1-9, 2008.

ROCHA, D. R. C. et al. Macarrão adicionado de ora-pro-nobis (Pereskia aculeata Miller) desidratado. Alimentos e Nutrição, v.19, n.4, p.459-465, 2008.

SANTOS, M. B. et al. Caracterização e qualidade de frutos de umbu-cajá (Spondias tuberosa xs. Mombin) provenientes do recôncavo do Sul da Bahia. Revista Brasileira de Fruticultura, v.32, n.4, p.1089-1097, 2010.

SATO, A. P. S. et al. Consumo alimentar e ingestão de ferro de gestantes e mulheres em idade reprodutiva. Revista Latino Americano em Enfermagem, v.18, n.2, p.113-121, 2009.

SILVA, K. M. et al. Elaboração de néctar misto de umbu-cajá, couve-flor e gengibre: caracterização físico-química e sensorial. Revista Brasileira de Agrotecnologia, v.5, n.1, p.09-17, 2015.

SOUZA, M. R. R. O. et al. potencial do ora-pro-nobis na diversificação da produção agrícola familiar. Revista Brasileira de Agroecologia, v.4, n.2, p.3550-3554, 2009.

STORCK, C. R. et al. Folhas, talos, cascas e sementes de vegetais: composição nutricional, aproveitamento na alimentação e análise sensorial de preparações. Ciência Rural, v.43, n.3, p.537-543, 2013.

STORCK, C. R. et al. Qualidade microbiológica e composição de farinha de resíduos da produção de suco de frutas em diferentes granulometrias. Brazilian Journal of Food Technology, v. 18, n. 4, p. 277-284, 2015.

SWEETMAN, C.; WARDLE, J.; COOKE, L. Soft drinks and ‘desire to drink’ in preschoolers. International Journal of Behavior Nutrition and Physical Activity, v. 50, n. 60, 2008.

TAKEITI, C. Y. et al. Nutritive evaluation of a non-conventional leafy vegetable (Pereskia aculeata Miller). International Journal of Food Science and Technology, v.1, n.60, p.148-160, 2009.

VITOLO, M. R.; CAMPAGNOLO, P. D. B.; GAMA, C. M. Fatores associados ao risco de consumo insuficiente de fibra alimentar entre adolescentes. Journal of Pediatric, v.83, n.1, p.47-52, 2007.

WEAVER, C. M.; HEANEY, R. P. Food sources, supplements, and bioavailability. In: WEAVER, C. M.; HEANEY, R. P. (Edit). Calcium in Human Health. Totowa: Human Press Inc, 2006.

Publicado
2018-10-23
Como Citar
ZEM, L. M., HELM, C. V., ZUFFELLATO-RIBAS, K. C., & KOEHLER, H. S. (2018). A nutritional analysis of juices of ora-pro-nobis’s leaves and stalks. Revista Eletrônica Científica Da UERGS , 4(3), 512-524. https://doi.org/10.21674/2448-0479.43.512-524
Seção
Artigos