Poda verde e qualidade do fruto da ameixeira em alta densidade

  • Ruy Inácio Neiva de CARVALHO Pontifícia Universidade Católica do Paraná, BR 376, Km 14, CEP 83010-500, São José dos Pinhais, Paraná, Brasil.
  • Giovambattista SORRENTI Univerisdade de Bolonha, Viale G. Fanin, 46, 40127 Bologna, Italia.
  • Gabriely Pinto PEREIRA Universidade Federal do Paraná, Rua dos Funcionários, 1540, Juvevê, CEP 81531-990, Curitiba, Paraná, Brasil. Caixa Postal 19061.
  • Daniel William VENDRAMIM Pontifícia Universidade Católica do Paraná, BR 376, Km 14, CEP 83010-500, São José dos Pinhais, Paraná, Brasil.
  • Raphael de Freitas OLIVEIRA Pontifícia Universidade Católica do Paraná, BR 376, Km 14, CEP 83010-500, São José dos Pinhais, Paraná, Brasil.
  • Ronei Emerson KUSSLER Pontifícia Universidade Católica do Paraná, BR 376, Km 14, CEP 83010-500, São José dos Pinhais, Paraná, Brasil.
Palavras-chave: Prunus salicina. Ameixa. Brix. Acidez

Resumo

A poda verde da ameixeira é um trato cultural que mobiliza muita mão de obra, implicando em elevação do custo de produção da fruta sem garantia de aumento da qualidade do pêssego colhido. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito da poda verde em ameixeiras ‘Polirosa’ em alta densidade sobre a qualidade de frutos produzidos nos anos agrícolas de 2010 e 2011, em Fazenda Rio Grande, Paraná. Os tratamentos avaliados em cada ano foram: testemunha sem poda verde, uma poda verde realizada a 60 dias antes da colheita (AC), duas podas verdes a 60 e 90 dias AC e três podas verdes realizadas a 30, 60 e 90 dias AC. Na poda verde foram eliminados os ramos ladrões com orientação vertical, ramos novos voltados ao centro da copa e o desponte dos ramos acima de 2,3 m do solo. Foram avaliados a massa média do fruto, os diâmetros do fruto, a acidez titulável, o grau Brix, o pH e a relação Brix/Acidez. O delineamento experimental adotado foi de blocos casualizados num esquema de parcelas subdivididas no tempo, com seis repetições. A qualidade física e química das ameixas produzidas com diversos tratamentos de poda verde não foi alterada. A diferença entre os anos de produção indicou que outros fatores estão relacionados à qualidade de ameixas ‘Polirosa’. Concluiu-se que a poda verde da ameixeira ‘Polirosa’ em dois anos sucessivos não proporcionou incremento significativo na qualidade dos frutos colhidos.
Publicado
2015-12-31
Como Citar
CARVALHO, R. I. N. de, SORRENTI, G., PEREIRA, G. P., VENDRAMIM, D. W., OLIVEIRA, R. de F., & KUSSLER, R. E. (2015). Poda verde e qualidade do fruto da ameixeira em alta densidade. Revista Eletrônica Científica Da UERGS , 1(1), 69-73. https://doi.org/10.21674/2448-0479.11.69-73
Seção
Artigos