Uma análise sobre os impactos ambientais de espécies exóticas no Bioma Pampa da proliferação ao controle necessário das populações de sus scrofa

Palavras-chave: Manejo;, crescimento;, javali;, biodiversidade.

Resumo

Resumo

A espécie Sus scrofa (javali) foi introduzida no Brasil, nos anos de 1904 e 1906, tornando-se uma ameaça à biodiversidade, à economia do setor agrícola e à sociedade. Neste trabalho, foi proposto identificar os impactos ambientais causados na região de Bagé, as ocorrências e danos na agricultura local, assim como o que vem sendo feito para o efetivo controle da espécie. Para obtenção dos resultados, foi realizado um levantamento de dados através de artigos, documentos on-line e instituições locais. Verificou-se que esta situação é originária do manejo realizado no passado, que ocasionou no aumento da população de javalis gerando este desequilíbrio. A proliferação desta espécie tem causado danos ambientais e danos econômicos ao ecossistema local e aos produtores. Nas lavouras de soja, milho, trigo e arroz já se estimaram prejuízos de diferentes montas, chegando a registrar perdas totais em pequenos cultivos. Com estes impactos crescentes, foram necessárias medidas ambientalmente seguras para reorganizar este ecossistema, pois com a ausência de predadores naturais, esta população tende a crescer, sendo necessária a implantação de uma política de controle. Como método de controle populacional, foi identificada a liberação da caça do javali a partir de um Cadastro Técnico Federal e certificação.

Palavras-chave: Manejo; crescimento; javali; biodiversidade.

 

Abstract

An analysis of the environmental impacts of exotic species in the Pampa Biome: from proliferation to the necessary control of Sus scrofa populations

The species Sus scrofa (wild boar) was introduced in Brazil, during 1904 and 1906, becoming a threat to biodiversity, to agricultural sector economy and to society. In this research, it was proposed to identify environmental impacts caused in the Bagé region, occurrences and damages in local agriculture, as well as what has been done for the species effective control. In order to obtain the results, a data survey was carried out through articles, online documents and local institutions. It was found that this situation originates from management carried out in the past, which caused an increase in the wild boar population, generating this imbalance. The proliferation of this species has caused environmental damage and economic damage to local ecosystem and to producers. In soybean, corn, wheat and rice crops, losses of different amounts have already been estimated, reaching total losses in small crops. With these growing impacts, environmentally safe measures were necessary to reorganize this ecosystem, as with the absence of natural predators this population tends to grow, requiring the implementation of a control policy. As a method of population control, the release of wild boar hunting from a Federal Technical Register and certification was identified.

Keywords: Management; growth; boar; biodiversity.

 

Resumen

Un análisis sobre los impactos ambientales de las especies exóticas en el Bioma Pampa: de la proliferación al control necesario de las poblaciones de Sus scrofa

La especie Sus scrofa (jabalí) fue introducida en Brasil en los años de 1904 y 1906, convirtiéndose en una amenaza para la biodiversidad, a la economía del sector agrícola y de la sociedad. En este trabajo se propuso identificar los impactos ambientales provocados en la región de Bagé, las ocurrencias y daños en la agricultura local, así como lo que se está haciendo para el efectivo control de la especie. Para la obtención de los resultados, se realizó una encuesta de datos a través de artículos, documentos en línea e instituciones locales. Se verificó que esta situación se origina en el manejo realizado en el pasado, que provocó en el aumento de la población de jabalíes, generando este desequilibrio. La proliferación de esta especie ha causado daños ambientales y económicos al ecosistema local y a los productores. En los cultivos de soya, maíz, trigo y arroz ya se han estimado pérdidas de diferentes cantidades, alcanzando registrar pérdidas totales en cultivos pequeños. Con estos impactos crecientes, fueron necesarias medidas ambientalmente seguras para reorganizar este ecosistema, ya que, con la ausencia de depredadores naturales, esta población tiende a crecer, requiriendo la implementación de una política de control. Como método de control de la población, fue identificada la liberación de la caza de jabalíes a partir de un Registro Técnico Federal y una certificación.

Palabras clave: Gestión; crecimiento; jabali; biodiversidad.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taize Dotto Crema, Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)

http://lattes.cnpq.br/2226550578246626

Jairo Afonso Henkes, Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)

http://lattes.cnpq.br/6559680144937115

Referências

BACCHETTA, V. L. A fraude da celulose. Porto Alegre: Dacasa, 2009.

BARBOSA, Gilvânia. Histórias e memórias de professoras alfabetizadoras do município de Bagé- RS. 2015. 33 f. Monografia (Graduação em Licenciatura em Letras) – Universidade Federal do Pampa, Bagé, 2015.

BARRIOS-GARCÍA, M. N.; BALLARI, S. A. Impact of wild boar (Sus scrofa) in its introduced and native range: a review. Biological Invasions, Dordrecht, v. 14, n. 11, p. 2283-2300, 2012. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s10530-012-0229-6 Acesso em: 22 set. 2020.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

______. Instrução Normativa nº12 de 25 de março de 2019. Fica instituído o Sistema Integrado de Manejo de Fauna - SIMAF, como sistema eletrônico para recebimento de declarações e relatórios de manejo da espécie exótica invasora javali - Sus scrofa. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 4 de abr. 2019, Seção 1, p.29.

______. Instrução Normativa nº3 de 31 de janeiro de 2013. Declarar a nocividade da espécie exótica invasora javali-europeu, de nome científico Sus scrofa, em todas as suas formas, linhagens, raças e diferentes graus de cruzamento com o porco doméstico, doravante denominados "javalis". Diário Oficial da União. 1 de fev. 2013, seção 1, p. 88.

______. Portaria Interministerial nº232 de 28 de junho de 2017. Dispõe sobre o Plano Nacional de Prevenção, Controle e Monitoramento do Javali (Sus scrofa) no Brasil - Plano Javali, estabelecendo seu objetivo geral, objetivos específicos, ações, prazo de execução, coordenação e monitoria. Diário Oficial União. Brasília, DF, 8 nov. 2017, Seção 1, p. 111.

CISS – Centro de Informação em saúde Silvestre. Boletim Informativo BI – CISS/010. 2018. Disponível em:

<https://www.biodiversidade.ciss.fiocruz.br/sites/www.biodiversidade.ciss.fiocruz.br/files/boletim_janeiro2018K.pdf> Acesso em: 09 set. 2019

CONABIO – Comissão Nacional da Biodiversidade. Estratégia nacional para espécies exóticas invasoras. 2018. Anexo da Resolução CONABIO nº 7, de 29 maio de 2018. Disponível em: <https://www.mma.gov.br/estruturas/conabio/_arquivos/anexo_resoluoconabio05_estrategia_nacional__espcies__invasoras_anexo_resoluoconabio05_15.pdf> Acesso em: 09 set. 2019.

CONAMA – Conselho Nacional do Meio Ambiente (Brasil). RESOLUÇÃO CONAMA nº 1, de 23 de janeiro de 1986. Publicada no DOU, de 17 de fevereiro de 1986, Seção 1, páginas 2548-2549

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. (Brasil). Biomas: Pampa. 2019. Disponível em: <https://www.embrapa.br/web/rede-ilpf/bioma/pampa>. Acesso em: 06 set. 2019.

FERNANDES, Sabrina Oliveira. Paradigmas do Bioma Pampa: aspectos ambientais e atual panorama legal. 2017. 116 f. Monografia (Especialização em Direito Ambiental Nacional e Internacional)- Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2017.

FIORILLO, Celso Antonio Pacheco; DIAFÉRIA, Adriana. Biodiversidade, patrimônio genético e biotecnologia no Direito Ambiental. 2ª edição. São Paulo: Saraiva, 2012.

GIL, Antonio Carlos. Método e técnicas de pesquisa social. 6ª ed. São Paulo: Atlas, 2008.

IBAMA – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Manejo e controle do javali. 2016. Disponível em: <http://ibama.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=546>. Acesso em: 27 ago. 2019.

______. Grupo de Trabalho Do Bioma Pampa. O Zoneamento Ambiental da Atividade da Silvicultura no Rio Grande do Sul. Parecer da Equipe Técnica do Ibama. Disponível em: < https://pt.calameo.com/read/00007359041af3a24b953>. Acesso em 08 set. 2019.

______. O Javali Asselvajado: norma e medidas de controle. Disponível em: < http://www.ibama.gov.br/phocadownload/biodiversidade/javali/ibama-cartilha-javali_asselvajado.pdf> Acesso em: 09 set. 2019.

______. Manual de uso do sistema de Monitoramento de Fauna (Simaf) aplicado ao manejo de javalis. Juliana Junqueira e Graziele Oliveira Batista, Organizadoras. Brasília: Ibama, 2019.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (Brasil). Biomas Brasileiros. 2019. Disponível em: <https://teen.ibge.gov.br/images/teen/mapas/2017_07_14_mapa-biomas.pdf>. Acesso em: 05 set. 2019.

ICMBIO. Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Lançado Guia para Produtor Rural de Controle de Javalis. 10 de maio de 2018. Disponível em: < http://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/9617-icmbio-lanca-guia-para-produtor-rural-de-controle-de-javalis>. Acesso em 20 nov. 2019.

MEDEIROS, Antonio Augusto Rosa. Importância de Estabelecimento de um Sistema de Vigilância Sanitária nas Populações de Javalis Asselvajados no Rio Grande do Sul. 2013. Informativo Técnico N° 04/Ano 04 – abri l de 2013. Disponível em: <https://www.agricultura.rs.gov.br/upload/arquivos/201612/02101332-inftec-38-importancia-de-estab-de-sistema-de-vigilancia-sanitaria-de-javalis-no-rs.pdf>. Acesso em: 28 ago. 2019.

MMA. Ministério do Meio Ambiente. Espécies Exóticas Invasoras: Situação brasileira. Secretaria de Biodiversidade e Florestas. – Brasília: MMA, 2006. 24 p. Disponível em: <https://www.mma.gov.br/estruturas/174/_publicacao/174_publicacao17092009113400.pdf>. Acesso em: 09 set. 2019.

______. Pampa: Conhecimentos e descobertas. 2019. Disponível em: <https://www.mma.gov.br/images/imagens/biomas/pampa/pampa_conhecimentos_e_descobertas_frente.jpg>. Acesso em: 06 set. 2019.

______. Biodiversidade brasileira. 2019b. Disponível em: <https://www.mma.gov.br/biodiversidade/biodiversidade-brasileira>. Acesso em: 08 set. 2019.

RIO GRANDE DO SUL. Portaria conjunta SEMA/FEPAM nº 14 de maio de 2018. Cria o Programa Estadual de Controle de Espécies Exóticas Invasoras – Invasoras RS, a Unidade de Gerenciamento, institui a rede de colaboradores, e dá outras providências. Diário Oficial. Porto Alegre, RS, 29 mai. 2018, p. 204.

ROESCH, Sylvia Maria Azevedo. Projetos de Estágio e de Pesquisa em Administração: Guia para Estágios, Trabalhos de Conclusão, Dissertações e Estudos de Caso. 3 ed. v.6. São Paulo: Atlas, 2010.

SAMPAIO, A. B.; SCHMIDT, I. B. . Espécies Exóticas Invasoras em Unidades de Conservação Federais do Brasil. Biodiversidade Brasileira, v. 3, p. 32-49, 2013. Disponível em: http://quintalflorestal.com.br/wp-content/uploads/2017/05/Especies-Exoticas-e-Invasoras-em-Unidades-de-Conservacao-Federais-no-Brasilpdf.pdf Acesso: 20 out. 2019.

SEAPDR. Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural a Regional. Endereços de Regionais e IDA's. Disponível em: <https://www.agricultura.rs.gov.br/enderecos-de-regionais-e-ida-s>. Acesso em: 18 nov. 2019

SEMA. Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura. Plano Estadual de Prevenção, Controle e Monitoramento do javali (Sus scrofa) no Estado do Rio Grande do Sul. 2019. Disponível em: <https://www.sema.rs.gov.br/upload/arquivos/201907/17162820-plano-javali-rs.pdf> Acesso em: 18 nov. 2019.

______. Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente. Secretarias da Agricultura e do Meio Ambiente se unem para controlar expansão do javali no Estado. (2019). Disponível em:https://www.estado.rs.gov.br/secretarias-da-agricultura-e-meio-ambiente-se-unem-para-controlar-expansao-do-javali-no-estado. Acesso em: 12 out. 2019.

______. Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura. Portaria SEMA nº 79 de 31 de outubro de 2013. Reconhece a Lista de Espécies Exóticas Invasoras do Estado do Rio Grande do Sul e demais classificações, estabelece normas de controle e dá outras providências. 1 nov. 2013.

SIMAF. Boletim Informativo SIMAF/IBAMA. 2019. Disponível em: <https://simaf.ibama.gov.br/boletins/boletim14.pdf>. Acesso em 30 out. 2019.

SIMBERLOFF, D. Invasive species: what everyone needs to know. Oxford: Oxford University Press, 2013.

SORDI, Caetano; LEWGOY, Bernardo. Javalis no Pampa: invasões biológicas, abigeato e transformações da paisagem na fronteira brasileiro-uruguaia. Revista Horizontes Antropológicos. nº 48, 2017. p 75-98. Disponível em: <https://journals.openedition.org/horizontes/1586> Acesso em: 22 set .2020.

Publicado
2021-08-26
Como Citar
Dotto Crema, T., & Henkes, J. A. (2021). Uma análise sobre os impactos ambientais de espécies exóticas no Bioma Pampa da proliferação ao controle necessário das populações de sus scrofa. Revista Eletrônica Científica Da UERGS , 7(2), 154-164. https://doi.org/10.21674/2448-0479.72.154-164
Seção
ARTIGOS DE REVISÃO