Caracterização da produção artesanal de queijo colonial na região do Vale do Taquari

Vanessa Cristina Bouvié DALTOÉ, Eliane Maria KOLCHINSKI, Rosiele Lappe PADILHA, Elaine BIONDO, Voltaire SANT'ANNA

Resumo


A produção artesanal de queijo colonial em municípios do Vale do Taquari é uma herança cultural dos imigrantes italianos. O presente trabalho teve por objetivo iniciar a contextualização do processo histórico e descrever as características da produção artesanal do queijo colonial em municípios da região do Vale do Taquari. Para compreender o contexto histórico da produção artesanal de queijo colonial, optou-se pela pesquisa qualitativa com viés etnográfico. A pesquisa envolveu três produtores artesanais de queijo colonial, dois produtores do município de Encantado e um produtor do município de Relvado, aqui denominados A, B, e C, respectivamente. Através dos relatos foi possível constatar que o processamento do queijo colonial é uma herança cultural, passada de geração em geração pelas matriarcas.  Atualmente, a atividade continua sendo desenvolvida com exclusividade pela mulher, contudo, não foi observada a perpetuação do saber-fazer para as filhas ou outros familiares. A descrição do processo de fabricação artesanal de queijo colonial foi semelhante entre as produtoras que participaram do presente estudo sendo possível estabelecer um fluxograma básico das etapas envolvidas no processamento. Observou-se que, apesar da disponibilidade de queijos no mercado formal, a procura por produtos coloniais é constante preservando assim a diversidade, o saber-fazer e o modo de vida, contribuindo para a valorização dos produtos coloniais e, consequentemente, para a permanência das famílias no meio rural. Ressalta-se ainda que o presente trabalho compõe o início do processo de caracterização da produção artesanal de queijo colonial na região do Vale do Taquari com margem para a elaboração de inúmeros trabalhos. 

Texto completo:

PDF

Referências


AMBROSINI, L. B. Sistema agroalimentar do queijo serrano: estratégia de reprodução social dos pecuaristas familiares no sul do Brasil. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Ci-ências Econômicas, Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Rural, Porto Alegre, 2007.

CRUZ, F. T. Produtores, consumidores e valorização de produtos tradicio-nais: um estudo sobre qualidade de alimentos a partir do caso do Queijo Serrano dos Campos de Cima da Serra – RS. Tese (Doutorado em Desen-volvimento Rural) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Ciências Econômicas, Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento Rural, Porto Alegre, 2012.

GODOY, A. S. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de admi-nistração de empresas. São Paulo, v.35, n.3, p.20-29.Mai-Jun, 1995.

PAIVA, C. A.. Desenvolvimento regional, especialização e suas medidas. Indicadores Econômicos FEE. Porto Alegre: FEE, v. 34, n. 1, 2006.

PAULA, J. C. J., CARVALHO, A. F., FURTADO, M. M. Princípios básicos da fabricação de queijo: do histórico à salga. Rev. Inst. Latic. “Cândido Tos-tes”, Mar/Jun, nº 367/368, 64: 19-25, 2009.

LINS, H.N. Dimensão espacial do desenvolvimento no marco da globaliza-ção: o ângulo da “dinâmica de proximidade”. In: BRETHELBACH, A. C. de M. Os desafios do desenvolvimento local. Porto Alegre: FEE, 2012.

MARQUES, F. C., et al. Circulação de alimentos: dádiva, sociabilidade e identidade. In: MENASCHE, R. Agricultura familiar à mesa: saberes e práticas da alimentação no Vale do Taquari. Porto Alegre: UFRGS, 2007.

NICOLINI, C. “Entre vales e montanhas...”: análise das representações his-tóricas dos imigrantes e a construção da identidade regional no Vale do Taquari. ANPUH XXIV: Simpósio Nacional de História. São Leopoldo: Asso-ciação Nacional de História, 2007.

SIDELAR, F. C. W., SILVA, G. R. da, BARDEN, J.E. Análise da dinâmica da estrutura produtiva do COREDE do Vale do Taquari no período de 1985 a 2014. Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Desenvolvimento – PPGAD/UNIVATES. Lajeado, 2016.

SMITH, A. A riqueza das nações. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

TROMBINI, J. A história ambiental dos imigrantes italianos e seus descen-dentes na microrregião oeste do Vale do Taquari/RS. XIII Encontro Nacional de História Oral. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Mai. 2016.

VELHO, G. Observando o familiar. In: NUNES, E. de O. A aventura socioló-gica: objetividade, paixão, improviso e método na pesquisa social. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.




DOI: http://dx.doi.org/10.21674/2448-0479.34.732-742

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.