O endomarketing como elemento motivador: Estudo de caso do Banrisul

  • Daniela GIL Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: endomarketing, comunicação organizacional, gestão de pessoas

Resumo

Este artigo procura demonstrar a relevância do endomarketing nas organizações, tendo como objetivo descobrir qual a percepção dos funcionários sobre o endomarketing realizado pelo Banrisul. O colaborador satisfeito torna-se um verdadeiro "embaixador da marca", transmitindo, a partir de suas atitudes e informações, uma imagem favorável para os demais públicos da empresa.  O estudo se embasou em referencial teórico sobre endomarketing, comunicação organizacional e gestão de pessoas. A coleta de dados foi realizada por meio um questionário estruturado encaminhado, via e-mail interno, a todo o quadro da Direção Geral da empresa, obtendo respostas de 550 colaboradores, caracterizando uma amostra não probabilística, por conveniência. Contatou-se que os funcionários reconhecem ações de endomarketing realizadas pela empresa visando melhoria de sua qualidade de vida, principalmente no campo da saúde e educação. Entretanto, existe um trabalho de motivação a ser realizado pelo Banrisul, incrementando o feedback aos funcionários, priorizando um canal mais enxuto de informações e criando uma nova ferramenta onde os colaboradores possam emitir suas opiniões, sugestões e comentários à Instituição.

Biografia do Autor

Daniela GIL, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Analista de Marketing do Banrisul - Banco do Estado do Rio Grande do Sul.

Bacharel em Comunicação Social - Relações Públicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul– UFRGS

Especialização em Comunicação Estratégica de Marketing - SENAC-RS.

Cursando MBA em Gestão de Eventos - SENAC-RS.

Referências

ANDRADE, T. Para entender Relações Públicas. 3. ed. São Paulo: Loyola, 2001.

BANRISUL. Banco do Estado do Rio Grande do Sul. [Site institucional]. Disponível em <http://www.banrisul.com.br>. Acesso em: 15 dez. 2014.

BATISTA, M. J. Análise do número de categorias da escala de Likert aplicada à gestão pela qualidade total através da teoria da resposta ao item. [2003]. Disponível em: <http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2003_tr0201_0741.pdf>. Acesso em 20 jan. 2015.

BEKIN, S. F. Endomarketing: como praticá-lo com sucesso. São Paulo: Pearson, 2005.

____. Conversando sobre endomarketing. São Paulo: Makron Books, 1995.

BRUM. A. de M. Endomarketing de A a Z: como alinhar o pensamento das pessoas à estratégia da empresa. São Paulo: Integrare Editora, 2010.

____. Respirando Endomarketing. Porto Alegre: LP&M, 2003.

¬¬¬¬____. Endomarketing como Estratégia de Gestão: encante seu cliente Interno. Porto Alegre: L&PM, 1998.

CARVALHO, L. C. Endomarketing em nova perspectiva. [2010]. Disponível em:<http://casesdesucesso.wordpress.com/2010/04/06/endomarketing-em-nova-perspectiva/>. Acesso em: 08 dez. 2014.

CERQUEIRA, W. Endomarketing: educação e cultura para a qualidade. 4. ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005.

CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. 2. ed. Rio de Janeiro: Elservier, 2004.

____. Comportamento Organizacional: a dinâmica do sucesso das organizações. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

DIAS, J. G. G. Endomarketing: um instrumento estratégico na busca da melhoria da competitividade empresarial. São Paulo: Livro Pronto, 2008.

DUTRA, J. S. Gestão de Pessoas: modelo, processos, tendências e perspectivas. São Paulo: Atlas, 2009.

KUNSCH, M. M. K. (Org.). Obtendo resultados com relações públicas. 2. ed. São Paulo, SP: Pioneira Thomson Learning, 2006.

____. Planejamento de Relações Públicas na Comunicação Integrada. 4. ed. São Paulo: Summus, 2003.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

ROBBINS, S. P. Comportamento Organizacional. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

TAVARES, M. Comunicação empresarial e planos de comunicação: integrando teoria e pratica. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

YIN, R. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Publicado
2018-12-05
Como Citar
GIL, D. (2018). O endomarketing como elemento motivador: Estudo de caso do Banrisul. Revista Eletrônica Científica Da UERGS , 4(4), 595-605. https://doi.org/10.21674/2448-0479.44.595-605
Seção
Banrisul Número especial