Aplicação foliar de silício reduz a ocorrência de doenças fúngicas na cultura do morangueiro

Palavras-chave: Botrytis cinérea. Colletotrichum fragariae. Fragaria x ananassa Duchesne. Mycosphaerella fragariae.

Resumo

Diversas doenças fúngicas podem ocorrer na cultura do morangueiro, dentre as quais, a micosferela, a antracnose e o mofo cinzento. O silício é um mineral que atua como agente fertilizante e defensivo agrícola. A fim de reduzir o uso de agrotóxicos, esse trabalho teve por objetivo avaliar o efeito de diferentes doses de silício no controle das principais doenças fúngicas do morangueiro cultivado no Planalto Norte Catarinense. O trabalho foi realizado na área experimental do IFSC – Campus Canoinhas, através de tratamentos que consistiram na aplicação de cinco diferentes doses de silício, por meio do produto Agrisil® (99% Si). Foram realizadas aplicações com diferentes doses do produto, 100, 200, 300 e 400 g (i.a. silício)/100L água. As avaliações da incidência e severidade das doenças foram realizadas, e as doses de 300g e 400 g (i.a. silício)/100L água proporcionaram redução na ocorrência da micosferela e mofo cinzento. Assim, o uso de silício apresenta-se como uma alternativa para o controle dessas doenças, reduzindo os impactos ambientais e o efeito nocivo ao trabalhador rural.

Publicado
2020-05-02
Como Citar
WÜRZ, D. A., KOWAL, A. N., FAGHERAZZI, A. F., RIBEIRO, D. M., & NIZER, M. (2020). Aplicação foliar de silício reduz a ocorrência de doenças fúngicas na cultura do morangueiro. Revista Eletrônica Científica Da UERGS , 6(2), 150-154. https://doi.org/10.21674/2448-0479.62.150-154
Seção
X Seminário Brasileiro Pequenas Frutas